quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Como parcelar IPVA atrasado?

O pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, conhecido popularmente por sua sigla IPVA, pode ser realizado à vista ou em parcelamento. Automaticamente o sistema já envia aos proprietários de veículos todos os anos as duas opções de pagamento. Atrasando, ainda pode pagar parcelado mas com juros. Saiba mais! 


IPVA já é enviado para pagamento com parcelamento

Todos os anos o Departamento de Trânsito (Detran) dos Estados envia para os donos de veículos de sua região o boleto para pagamento. Ele é entregue via Correios para a residência dos proprietários mas ainda pode ser obtida uma segunda via no sistema online do Detran. 

Em primeiro momento e ainda na data de pagamento o IPVA 2018 SP ou de qualquer outro estado segue com opções de à vista ou parcelado. Pagando em parcela única e à prazo fica o valor normal do imposto.

O parcelamento segue o padrão há alguns anos de seis vezes sem juros. Desde o pagamento da primeira parcela o imposto é considerado quitado e o documento novo do veículo é enviado para o endereço registrado no Detran. Mas caso não pague as demais parcelas ele entra em atraso e o automotor se torna irregular. 

Descontos no valor do IPVA podem ser obtidos de formas diferentes em alguns estados. Em algumas regiões não ter multa de trânsito no ano anterior gera um abatimento de até 20% no imposto. Deficientes físicos e mentais como proprietário também possuem abatimento desde que comprovem sua situação.

Como fazer parcelamento do IPVA

Contando um dia após o primeiro dia de vencimento da primeira parcela o IPVA já começa a ficar em atraso. Neste caso o valor é acrescido de multa por atraso e juros diários. Estar em débito com o imposto não é uma opção porque gera apreensão do veículo e o novo documento não é emitido para circulação. Veículo com IPVA em atraso não pode circular nas ruas.



Para parcelar o IPVA o proprietário deve se dirigir a um posto de atendimento do Detran ou à Secretaria da Fazenda de sua cidade. Deve levar consigo os seguintes documentos:
  • Habilitação ou documento original oficial com foto (caso não tenha CNH);
  • Comprovante de residência;
  • Documento de propriedade do veículo.
Os próximos passos são conversar com um atendente sobre quais as possibilidades de pagamento. A negociação é realizada presencialmente e o valor acordado entre ambas as partes, assim como quantidade de parcelas. Uma vez negociado o boleto já é emitido para a primeira parcela e todas as demais. 

Não pôde pagar a negociação? Infelizmente necessita voltar ao mesmo local para uma nova negociação. O boleto vale para a data informada (no geral por até dois dias) e depois ele é invalidado. Para tirar outro apenas uma nova visita aos locais informados.

Muito importante saber: negociação não recebe desconto no valor do imposto e nem na multa, apenas nos juros corridos proporcionais. Caso contrário muitos deixaram de pagar pensando em obter abatimento no valor do imposto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário